Compendio das Armas dos Reynos de Portugal & Algarve

20,00 €
Com IVA 1 a 4 dias úteis

O autor tem sido até agora considerado – com justiça – como um dos maiores genealogistas portugueses do Antigo Regime; nesse sentido, a sua obra Pedatura Lusitana assume-se como um marco de referência para o desenvolvimento do saber genealógico em Portugal. Mas a produção literária e científica de Alão de Morais, contrariamente ao que se poderia supor, não se confina ao domínio genealógico: além de jurisconsulto e poeta, Cristóvão Alão de Morais foi também heraldista. ​

Quantidade

  Pagamentos e segurança

Garantimos que todas as transacções são efectuadas com a maior segurança possível

  Política de expedição

Efectuamos envios para território nacional entre 2 a 4 dias úteis.

  Política de devolução

Aceda aqui para ler a nossa política de devolução.

Sinopse

O autor tem sido até agora considerado – com justiça – como um dos maiores genealogistas portugueses do Antigo Regime; nesse sentido, a sua obra Pedatura Lusitana assume-se como um marco de referência para o desenvolvimento do saber genealógico em Portugal. Mas a produção literária e científica de Alão de Morais, contrariamente ao que se poderia supor, não se confina ao domínio genealógico: além de jurisconsulto e poeta, Cristóvão Alão de Morais foi também heraldista.

Prova-o o presente Compendio das Armas dos Reynos de Portugal & Algarve & das Cidades & Villas principaes delles, em que Alão de Morais trabalhou ao longo da sua vida. Na sequência da Restauração de 1640, o letrado seiscentista nutriu o projecto de reunir, pela primeira vez em Portugal, um armorial de todas as cidades e vilas do Reino. Para esse efeito, criou um códice em que começou por exarar um pequeno tratado de armaria, a que deu por título Introducção Summaria das Regras da Armaria, completado por um breve relance sobre a origem e evolução das armas reais portuguesas. Em seguida, organizou o seu armorial por ordem alfabética, lançando o nome de todas as cidades e vilas existentes no Reino de Portugal, e tratando de descrever as armas usadas por cada uma dessas povoações. Alão de Morais completou a parte escrita com desenhos de muitas destas armas municipais, o que confere um valor acrescido ao seu armorial. O códice resultante deste longo e erudito trabalho reveste-se de extraordinária importância para a história da heráldica municipal portuguesa, uma vez que é a mais antiga e completa recolha de armas autárquicas existente no nosso país. Na verdade, só no século XIX se viria a tentar novamente este género de publicação; mas as obras editadas foram, quer no que respeita à sua abrangência, quer quanto ao seu valor heurístico e crítico, muito inferiores ao códice de Alão de Morais.

A presente edição inclui um prefácio de Alessandro Savorelli, especialista europeu em heráldica autárquica, seguido por um estudo introdutório da autoria do Prof. Doutor Miguel Metelo de Seixas, em que este autor explica as circunstâncias da génese do armorial, as suas fontes e as razões da sua importância. Segue-se a reprodução fac-simile do manuscrito, bem como a sua transcrição integral por Marta Gomes dos Santos. No final, um índice remissivo por figura heráldica permite aos estudiosos a rápida identificação das armas.

Detalhes do livro

321 Itens

Ficha técnica

Autor
Cristóvão Alão de Morais
Páginas
378
Encardenação
Tela imperial.
Estampagem
Ouro e baixo relevo

Referências especificas

ISBN
978-989-8379-28-3

Avaliações

Sem avaliações de momento.

Registar nova conta

Já tem uma conta?
Inicie a sessão Ou Redefina a password