A Estética da Idade Média

15,00 €
Com IVA 1 a 4 dias úteis

A Estética da Idade Média, agora oferecida ao leitor de língua portuguesa, apresenta de forma acessível as conclusões dos monumentais estudos de Edgar de Bruyne sobre as ideias estéticas do homem medieval, lançando nova luz sobre o pensamento teológico-filosófico e sobre a própria psicologia estética dessa época histórica. Seguindo os passos do Autor, somos levados a contemplar no universo a sinfonia suprema, o poema admirável, o quadro de harmonia perfeita, tal como os nossos antepassados medievais que viviam com enlevo a inefável «saudade das belezas eternas».

Quantidade

  Pagamentos e segurança

Garantimos que todas as transacções são efectuadas com a maior segurança possível

  Política de expedição

Efectuamos envios para território nacional entre 2 a 4 dias úteis.

  Política de devolução

Aceda aqui para ler a nossa política de devolução.

Sinopse

A Estética da Idade Média, agora oferecida ao leitor de língua portuguesa, apresenta de forma acessível as conclusões dos monumentais estudos de Edgar de Bruyne sobre as ideias estéticas do homem medieval, lançando nova luz sobre o pensamento teológico-filosófico e sobre a própria psicologia estética dessa época histórica. Seguindo os passos do Autor, somos levados a contemplar no universo a sinfonia suprema, o poema admirável, o quadro de harmonia perfeita, tal como os nossos antepassados medievais que viviam com enlevo a inefável «saudade das belezas eternas».

«Se as fórmulas estéticas da Idade Média – são palavras do Autor – permanecem no seu formalismo idênticas às da Antiguidade, o Cristianismo e o intelectualismo escolástico comunicaram-lhe um sentido absolutamente novo que aparece ao mesmo tempo nas obras e nas teorias artísticas». O ideal estético dos medievais foi haurido nos Padres gregos e latinos, nos manuais técnicos, nas obras dos filósofos, mas sobretudo nas páginas da Bíblia. «As alegrias que a sua leitura produz – continua De Bruyne – são semelhantes ao êxtase musical e ao arrebatamento que sente o peregrino que visita uma bela catedral: são alegrias que nos transferem para outro mundo», porque a Sagrada Escritura proporciona todas as deleitações estéticas da luz. Os livros bíblicos impõem-se pela sua autoridade, pela verdade, pela dignidade e a profundidade do seu pensamento, pela beleza e o deleite da sua forma (…) o esplendor da forma faz jus ao conteúdo divino; os atractivos da fruição literária permitem atrair as almas e levá-las a meditar no sentido profundo da doutrina; o encanto da métrica e das melodias proporcionam prazer no louvor de Deus».

​Somos convidados assim para um mundo sobrenaturalizado, que nos surge como «harmonia, luz, ordem» e que canta a glória do Criador, tal como pretendiam os construtores das catedrais, seguindo o sublime ideal de São Bento: «Ut in omnibus glorificetur Deus!».

Detalhes do livro

352 Itens

Ficha técnica

Autor
Edgar de Bruyne

Referências especificas

ISBN
978-989-8379-36-8

Avaliações

Sem avaliações de momento.

Registar nova conta

Já tem uma conta?
Inicie a sessão Ou Redefina a password